Calendário

Setembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
 << < > >>
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Anúncio

Quem está conectado?

Membro: 0
Visitante: 1

rss Sindicação

09 Maio 2016 - 15:04:27

Curso Cinema - Roteiro etc - por Jacinto Moreno


 



O QUE É UM   ROTEIRO?



O ROTEIRO É O PRIMEIRO DOCUMENTO QUE SE CONCEBE NO                                                                                                                                                                   LONGO
PROCESSO DE CRIAÇÃO DE UM FILME.                                                                                                              ELE É UM MANUSCRITO DE UMA CENTENA DE PÁGINAS                                                                                                                                       (ENTRE
90 E 120, EM MÉDIA) QUE SE APRESENTA COM UM                                                                                                                                       FORMATO ESPECÍFICO QUE PERMITE POUCAS
VARIAÇÕES.                                                                                                                                   ANTES DE CHEGAR A UMA VERSÃO DEFINITIVA, SE
SUCEDEM                                                                                                                                      NUMEROSAS
ETAPAS, COM MODIFICAÇÕES EXIGIDAS PELO                                                                                                                                         DIRETOR,
PRODUTORES, CONSULTORES, SCRIPTDOCTOR, ETC.                                                                                                                                          O ROTEIRO É UM PONTO DE PARTIDA PARA O
TRABALHO.                                                                                                                                  CONJUNTO
DE UM FILME, MAS NÃO É UM OBJETO ARTÍSTICO                                                                                                                                                      EM
SI MESMO.  O ROTEIRO DETERMINA A MANEIRA
COMO UMA HISTÓRIA                                                                                                                                                                         SERÁ
NARRADA E CONDICIONA AS ETAPAS SEGUINTES DA                                                                                                                                    REALIZAÇÃO
DE UM FILME: A FILMAGEM E A MONTAGEM.                                                                                                                                    TUDO SERÁ FILMADO A PARTIR DO QUE ESTÁ ESCRITO
NELE.                                                                                                                                          O ROTEIRO SÓ EXISTE PARA SER TRANSFORMADO EM
FILME.                                                                                                                                     ELE NÃO
EXISTE SOZINHO, NÃO TEM AUTONOMIA COMO PEÇA                                                                                                                                                      LITERÁRIA:
NÃO É LITERATURA. SUA ESCRITA DEVER SER CONCISA E CLARA, EVITANDO                                                                                                                                                                                        EFEITOS
DE ESTILO E TODAS AS OBSERVAÇÕES QUE NÃO                                                                                                                           TENHAM
RELAÇÃO DIRETA COM O QUE SE VÊ NA TELA.                                                                                                                         APENAS
SE ESCREVE NO ROTEIRO OS ELEMENTOS VISÍVEIS OU                                                                                                                                       AUDÍVEIS
NA TELA. ENTRE ELES ENCONTRAM-SE:                                                                                                              LOCAL
ONDE A AÇÃO ACONTECE: interior, exterior, locação, dia,                                                                                                                                   noite,
etc.



IMAGEM PERSONAGENS QUE ATUAM FÍSICA E VERBALMENTE;                                                                                                                                           TEMPO DE DURAÇÃO
DA AÇÃO;   OS FILMES ACONTECEM EM UMA DETERMINADA ORDEM
QUE                     INDUZEM O OLHAR
DO ESPECTADOR A UMA CONCLUSÃO.                                                                                                                                                          PARA
ALCANÇÁ-LA É PRECISO PLANEJAMENTO.                                                                                                                  O
ROTEIRO É A PRIMEIRA PEÇA DESSA “INDUÇÃO”.



O QUE FAZ O ROTEIRISTA  -  O ROTEIRISTA PODE SER O AUTOR, O COLABORADOR,
O                                                                                                                                                                                      ADAPTADOR
E/OU O DIALOGUISTA DE UM ROTEIRO.                                                                                                                        PODE ESCREVÊ-LO DE MANEIRA TOTAL OU PARCIAL;                                                                                                                      SOZINHO
OU EM PARCERIA COM OUTROS ROTEIRISTAS E/OU                                                                                                                             COM
O DIRETOR.    PODE APORTAR IDEIAS OU AJUDAR A DAR
CONSISTÊNCIA ÀS                                                                                                                                                                       IDEIAS
DE OUTROS.  O ROTEIRISTA AJUDA O DIRETOR
A DAR FORMA A SUA IDEIA, A                                                                                                                                                                                       VER
CLARO SEUS DESEJOS, A DESCOBRIR SUA HISTORIA.                                                                                                                                   ELE USA A PALAVRA PARA SE FAZER ENTENDER EM
OUTRO                                                                                                                             CÓDIGO,
QUE É O CÓDIGO AUDIOVISUAL.



O QUE É DRAMATURGIA?     -  DRAMA = AÇÃO;                                                                                                              ARISTÓTELES DEFINIA DRAMATURGIA COMO A
ORGANIZAÇÃO                                                                                                                                                         DE
AÇÕES HUMANAS DE FORMA COERENTE, PROVOCANDOFORTES EMOÇÕES OU UM ESTADO
IRREPRIMÍVEL DE GOZO OU   MARAVILHAMENTO
(NOÇÃO DE CATARSE).                                                                                                                                                                   DRAMATURGIA É UMA INVESTIGAÇÃO DO TEXTO.                                                                                                                   É UM CONJUNTO DE TÉCNICAS PARA SE ORGANIZAR                                                                                                                     EFICIENTEMENTE
UM TEXTO. MAS O QUE SIGNIFICA DIZER                                                                                                                           EFICIENTEMENTE?   DRAMATURGO É O RESPONSÁVEL POR EXTRAIR TODAS
AS                                                                                                                                                                                   POSSIBILIDADES
NARRATIVAS DO TEXTO;                                                                                             O
PONTO DE PARTIDA DE UM TEXTO DRAMÁTICO É A                                                                                                                          EXISTÊNCIA
DE UM CONTEÚDO A SER EXPRESSADO.                                                                                                                               ESSE CONTEÚDO PODE (E DEVE) SER BUSCADOS
PELOROTEIRISTAS POR MEIO DE IDEIAS, SENSAÇÕES, EMOÇÕES,  LEMBRANÇAS E OBSERVAÇÕES. É QUE CHAMAMOS
PROCESSO                                                                                                                                                        CRIATIVO.
TEXTO É TANTO AQUILO QUE SE DIZ COMO O QUE NÃO SE DIZ,                                                                                                                                                                   MAS
APARECE DE OUTRA FORMA, COMO GESTO, EXPRESSÃO,                                                                                                                                            ENTONAÇÃO OU
DESCRIÇÃO. É O QUE CHAMAMOS SUBTEXTO.                                                                                                                                                  O CONTEÚDO É O QUE ESTÁ POR TRÁS DE UM TEXTO                                                                                                                            DRAMÁTICO.
ELE DEVE CONTER A IDEIA CENTRAL.                                                                        
ESCREVER UM ROTEIRO É LIDAR COM UMA HISTÓRIA,
UMA                                                                                                                                             TRAMA,
UM RELATO E TRATAR DE DAR A ELA UM SENTIDO                                                                                                                       DRAMÁTICO.  ESTE SENTIDO ESTÁ ARTICULADO A PARTIR DO QUE                                                                                                                                                  CHAMAMOS
DE “PREMISSA DRAMÁTICA”.                                                                                                                   A
PREMISSA É O CONCEITO DA HISTÓRIA, É O QUE ESTÁ POR                                                                                                                                           TRÁS
DELA E QUE EMERGE À MEDIDA QUE A TRAMA AVANÇA.                                                                                                                                            A PREMISSA É UMA DECISÃO SOBRE A QUAL
BASEIAM-SE                                                                                                                               TODAS
AS OUTRAS DECISÕES TOMADAS AO LONGO DO                                                                                                                       PROCESSO
DE ESCRITURA.  É O QUE DÁ UNIDADE E
PERTINÊNCIA AO FILME.                                                                                                                                                      APREMISSA      -  
ESSE CONCEITO SUSTENTA E PERMITE AO AUTOR MOSTRAR                                                                                                                                                                           OS
MOTIVOS OCULTOS DA TRAMA QUE ELE CRIOU;                                                                                                                      DITOS MOTIVOS ESTÃO POR TRÁS DE SEUS
PERSONAGENS,                                                                                                                                        OBJETIVOS,
OBSTÁCULO E SUA RESOLUÇÃO DE CONFLITOS.                                                                                                                                             A PREMISSA É UM PRINCÍPIO FUNDADOR, UM
ARGUMENTO, UM                                                                                                                                                   PONTO
DE VISTA SOBRE O TEMA QUE O AUTOR QUE                                                                                                                   ESCOLHEU TRATAR.     O caso“Romeu e Julieta”   (deWilliam Shakespeare)                                                                                                                                                                      PREMISSA:  Um  
grande amor desafia até mesmo morte                                                                                                            Outrosexemplosclássicos:
PODEROSO  CHEFÃO  de   Francis.
F .Coppolla (A família                                                                                                             está
acima 
de tudo)      GUERRA  NAS ESTRELAS de George Lucas (Todo homem deve
enfrentar seus medos)  -   MALVADA de Joseph Mankevick (A more mais importante
que dinheiro e fama)                                                                                                                                                                          HARRYP  nolivrodeJ.K.Rowlings                                                                                                          (Aceite
seudome saiba    uTlizá-­-lo.Casocontrarioelepodelhedestruir).    



ELEMENTOSDADRAMATURGIA



• TEMA E
PREMISSA; • ESTRUTURA




PERSONAGEM; • CENA



• CONFLITO;
• SEQUENCIA




AMBIENTAÇÃO; • DIÁLOGO



OCONFLITO   - O CONFLITO É O
ELEMENTO BÁSICO DA DRAMATURGIA;                                                                                                                                                        ENTENDEMOS POR CONFLITO TODO TIPO DE SITUAÇÃO
OU                                                                                                                     SENTIMENTO
QUE ATUAM CONTRA OS OBJETIVOS DE ALGUÉM;                                                                                                                                               É O CONFLITO O QUE MOVE AS PESSOAS E POR ISSO                                                                                                                        TAMBÉM
OS PERSONAGENS: FOME, FRIO, DOR, TRISTEZA,                                                                                                                          MEDO,
ETC.  A VIDA É UMA SUCESSÃO DE PROVAS, DE
TESTES;                                                                                                                                                    O CONFLITO GERA: SENSAÇÕES (ASPECTO
FISIOLÓGICO) OU                                                                                                                                                 SENTIMENTOS
(ASPECTO PSICOLÓGICO)



 OCONFLITO   -   A PRESENÇA DO CONFLITO APORTA VERACIDADE,                                                                                                                                                     VEROSSIMILHANÇA,
CREDIBILIDADE AO FILME.                                                                                                                  É FUNDAMENTAL QUE ESSE CONFLITO SEJA PERCEBIDO
PELO                                                                                                                                            ESPECTADOR
(INTERNO VS. EXTERNO). A DRAMATURGIA DEVE PROVOCAR NO ESPECTADOR                                                                                                                      EMOÇÕES
QUE TENHAM ORIGEM NO CONFLITO OU EM SUA                                                                                                                                 PERSPECTIVA.    ATRAVÉS DE UM FILME O ESPECTADOR SE PERMITE
SENTIR E                                                                                                                                                                               CONTROLAR EMOÇÕES. PODE ODIAR, MATAR,
ARREPENDER,                                                                                                                                          APRENDER
A SUPERAR MEDOS, FRUSTRAÇÕES, ETC.



 MECANISMOS DO CONFLITO     -  
DIZER CONFLITO SIGNIFICA DIZER OPOSIÇÃO, OBSTÁCULO.                                                                                                                                                                                              
TANTO PODE SER UM INDIVÍDUO, UM OBJETO, UMA SITUAÇÃO,                                                                                                                                                 
UM CARÁTER, UM ELEMENTO NATURAL, OU MESMO UMA                                                                                                                            SENSAÇÃO
OU UM SENTIMENTO.       O CONFLITO NASCE
DA OPOSIÇÃO ENTRE UM OBJETIVO E UM



OBSTÁCULO.



 TIPOS DE CONFLITOS HOMEM versus
HOMEM                                                                                                    HOMEM
versus “DEUS”                                                                       
HOMEM versus NATUREZA



PERSONAGEM + OBJETIVO  +
OBSTÁCULO                                                                                                        CONFLITO



=                EMOÇÃO      -    
PERSONAGEM                                                                                                  
+ OBJETIVO       +  
OBSTÁCULO   +    CONFLITO =                                                                                             
EMOÇÃO



CONFLITO E IDENTIFICAÇÃO             
-    A DRAMATURGIA É UMA
FERRAMENTA PARA COLOCAR O



ESPECTADOR NO LUGAR DOS PERSONAGENS E APRENDER                                                                                                                                
COM ELES SOBRE O SER HUMANO.     
O ESPECTADOR SE INTERESSA PELO PERSONAGEM QUE VIVE                                                                                                                                                                                                    O
CONFLITO. POR ISSO ELE É CHAMADO “PROTAGONISTA”.                                                                                                                                            O
CONFLITO EMPURRA O ESPECTADOR A ESTABELECER                                                                                                             
VÍNCULO COM O
PROTAGONISTA.     QUANDO O CONFLITO QUE
VIVE UM PROTAGONISTA SEJA                                                                                                                                                                            
PERCEBIDO PELO ESPECTADOR,
CRIA-SE ENTRE ELES O QUE                                                                                                                      
CHAMAMOS “IDENTIFICAÇÃO”.



CONFLITO E PERSONAGEM   -   O CONFLITO É UMA FERRAMENTA PARA CRIAR                                                                                                                                                                  
PERSONAGENS.  O CONFLITO OBRIGA
QUE OS PERSONAGENS TOMEM                     
POSIÇÃO
DIANTE DELES E ASSIM REVELEM SEU VERDADEIRO                                                                      
CARÁTER.     ASSIM SE DISTINGUE O ESPERTO DO BOBO, O
OTIMISTA DO                                                                                                                                  
PESSIMISTA, O
ALTRUISTA DO EGOÍSTA, ETC.                                                                                                      
O CONFLITO EVIDENCIA SUA PERSONALIDADE, SEUS                                                                                                            VALORES
MORAIS MAIS PROFUNDOS.                                                                                       
DIANTE DE SEUS DILEMAS OS PERSONAGENS MOSTRAM                                                                                                  QUEM
REALMENTE SÃO.



CONFLITO E ESTRUTURA        -    NÃO BASTA QUE O CONFLITO SEJA INTENSO EM SI
MESMO. É                                                                        
PRECISO
QUE ELE SEJA EXPOSTO CORRETAMENTE.                                                                                                     
PARA ISSO O AUTOR
DEVE FAZER COM QUE O PÚBLICO VIVA A                                                                                                                                      
MESMA EXPERIÊNCIA DO PERSONAGEM.   
SEU CONFLITO INTERNO DEVE SER DEMONSTRADO ATRAVÉS   DE UM CONFLITO EXTERNO (ARTIFÍCIO).                                                                                                                    
POR ISSO, O AUTOR PRECISA DOSAR A INFORMAÇÃO –                                                                                                                       ESTRUTURÁ-LA.
PENSAR A EVOLUÇÃO DO CONFLITO JUNTO
COM O ARCO DO                                                                                                                                                                         PERSONAGEM.
O QUE ELE APRENDE?



ESTRUTURADRAMÁTICA       -   ARISTÓTELES: O DRAMA DEVE APRESENTAR UMA
ÚNICA AÇÃO                                                                   
QUE
PODE SER COMPOSTA EM PARTES ORGANICAMENTE                                                                                      
LIGADAS
ENTRE SI. A ESSAS PARTES CHAMAMOS “ATOS”.                                                                                                                           
1. PRÓTASE (EXPOSIÇÃO E ENCAMINHAMENTO DOS                                                                                                               ELEMENTOS
DRAMÁTICOS)    2. EPÍTASE (COMPLICAÇÃO E
ESTREITAMENTO DO NÓ)                                                                           
3.
CATÁSTROFE (RESOLUÇÃO DO CONFLITO E VOLTA AO                                                                                             
NORMAL)   ATOS = DIVISÃO DA ESTRUTURA DE UM FILME QUE
CONTENHA                                                                                                                                                                   
PELO MENOS TRÊS PARTES:  1.
APRESENTAÇÃO    2. DESENVOLVIMENTO                                                                                                                                                
3. CONCLUSÃO



ELEMENTOSDAESTRUTURA      -    DETONANTE: ACONTECIMENTO DECISIVO
APRESENTADO NO                                                                                                                                                                                      
PRIMEIRO ATO E QUE DÁ INÍCIO AO DESENVOLVIMENTO DO                                                                                                                       
ARGUMENTO.   • CRISE: MOMENTO DO ARGUMENTO
EM QUE O PROTAGONISTA                                                                                                                                                                                       TOMA
(OU NÃO) A DECISÃO DE RESOLVER O CONFLITO.                                                                                                                                          •
CLÍMAX: É O PONTO CULMINANTE E DE MAIOR TENSÃO DA                                                                                                                                                  AÇÃO DRAMÁTICA. NELE A DECISÃO DO
PROTAGONISTA É                                                                                                                                            COLOCADA
EM RISCO. NÃO PRECISA SER VIOLENTO PARA SER                                                                                                                                 EFETIVO.
• RESOLUÇÃO: CHAMADA TAMBÉM
“DESENLACE”. É O                                                                                                                                                        RESULTADO
DO CONFLITO. PODE SER EVIDENTE OU                                                                                                                        SUGESTIVA.
TEM RELAÇÃO DIRETA COM A PREMISSA DO FILME.                                                                                                                                        (ABERTA
OU FEHADA)



PERSONAGEM      -    DEFINIÇÃO: DO GREGO “PERSONA”. PODE SER
UM                                                                                                                                                                 PROTAGONIS  CO-PROTAGONISTA, ANTAGONISTA,                                                           
OPONENTE,
COADJUVANTE, ETC. (REAL OU INANIMADO)                                                                                                                       
FUNÇÃO: CONSISTE EM APORTAR CARACTERIZAÇÕES                                                                                                                                              
NECESSÁRIAS PARA GERAR CREDIBILIDADE À TRAMA.                                                             
CARACTERIZAÇÃO:
É A SOMA DE TODAS AS QUALIDADE                                                                                                                             
OBSERVÁVEIS DE UM PERSONAGEM. UMA COMBINAÇÃO QUE                                                                                                                                           
FAZ COM QUE O PERSONAGEM SEJA ÚNICO.                                                                   
A
VERDADEIRA PERSONALIDADE DE UM PERSONAGEM ESTÁ                                                                                                                                                 
OCULTA POR TRAS DE SUA “MÁSCARA”.   
ESSA MÁSCARA É UMA PISTA IMPORTANTE PARA O QUE                                                                                                                                                                           
POSTERIORMENTE SE REVELARÁ POR TRAS DELA.



PERSONAGEM       -   ELEMENTOS QUE COMPÕE O PERSONAGEM:                                                                                                                                                       
1. NECESSIDADE DRAMÁTICA: O QUE O PERSONAGEM QUER                                                                                                                                    
AO LONGO DA HISTÓRIA E OS OBSTÁCULOS QUE SURGEM EM                                                
SEU
CAMINHO.   2. PONTO DE VISTA: SUA MANEIRA
DE VER O MUNDO. SERVE                                                                                                        
PARA
ENTRAR EM CONFLITO COM OUTROS PERSONAGENS.                                                                                                                        
GERA IDENTIFICAÇÃO.     3. MUDANÇA: TODO PERSONAGEM APRENDE ALGO. E SE
NÃO                                                                                                                                                                                     
APRENDE, PROVOCA O ESPECTADOR A SE PERGUNTAR OS                                                                                                                                         
MOTIVOS DESSA NÃO TRANSFORMAÇÃO.         
4. ATITUDE: DIANTE DE SITUAÇÕES LIMITES. REVELA SEU   CARÁTER, SUA MÁSCARA CAI.



PERSONAGEM       -      BIOGRAFIA DOS PERSONAGENS: O ROTEIRISTA
PRECISA                                                                                                                                                           
SABER O HISTÓRICO
DE SEU PERSONAGEM PARA DEFINIR O                                                                                                                                   
MOMENTO DE SUA TRAJETÓRIA QUE VAI RELATAR NO FILME.                                                                                                                                          SÃO
TRÊS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS:                                                                                    
1.  PERFIL FISICO: IDADE, ALTURA E TODAS AS                                                                                                              
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS QUE CONCORDE COM SUAS                                                                                                                      AÇÕES
(MESMO AS DEFICIÊNCIAS).  2.  PERFIL SOCIOLÓGICO: QUÉM É? DE ONDE VEM? QUEM
É                                                                                        
SUA
FAMÍLIA? COMO FALA? SUA PROFISSÃO? SEUS                                                                                                                
VALORES? SUA SEXUALIDADE? E TUDO O QUE DETERMINE                                                                                                                            
COMO O PERSONAGEM PENSA E ATUA.  
3.    PERFIL PSICOLÓGICO: UNIÃO
DOS PERFIS FÍSICO E                                                                                                                                                                                  
SOCIOLÓGICO E QUE DETERMINAM SUA CONDUTA: É                                                                                                                              VALENTE?
CORAJOSO? MEDROSO? ROMÂNTICO?                                                                                                                     
EXALTADO? CALADO? FALANTE? GROSSEIRO? SIMPÁTICO?                                                                                                                          
EXAGERADO? MENTIROSO?



COMPOSIÇÃO DO PERSONAGEM: -   1. O
QUE QUER?   2. POR QUE QUER  3. O QUE FAZ PARA CONSEGUIR O QUE QUER?    4. O QUE O DETÉM?                                                                                                                   5.
QUAIS SÃO AS CONSEQUÊNCIAS DE SUAS DECISÕES                                                                                                                       PROTAGONISTA  -     •
É O PERSONAGEM COM MAIS DIMENSÕES E PROFUNDIDADE                                                                                                                                                                                         DENTRO
DA HISTÓRIA. É AQUELE QUE SOFRE O CONFLITO                                                                                                                              PRINCIPAL
E TEM A POSSIBILIDADE DE SE TRANSFORMAR.                                                                                                                                     •
ELE NÃO DEVE SER EM SEU INTERIOR APENAS O QUE PARECE                                                                                                                                               SER
SUPERFICIALMENTE. DEVE SE REVELAR AOS POUCOS.                                                                                                                                       •
É O PROTAGONISTA QUE INSPIRA A CRIAÇÃO DE TODOS OS                                                                                                                                   OUTROS
PERSONAGENS.    • OS SECUNDÁRIO E/OU
CO-PROTAGONISTAS FORMAM PARTE                                                                                                                                                                                               DA
HISTÓRIA ATRAVÉS DAS RELAÇÕES QUE ESTABELECEM                                                                                                                                     COM
O PROTAGONISTA E AJUDAM A DELINEAR A NATUREZA                                                                                                                                 COMPLEXA
DO PRINCIPAL.    • OS SECUNDÁRIOS PODEM
SER DINÂMICOS OU OPONENTES. PERSONAGEM   TRIDIMENSIONAL
1. O QUE FALA?  2. O QUE FAZ? 
3. O QUE FALAM SOBRE ELE? COMPLEXIDADE  (INTERESSE DO PÚBLICO) P ERSONAGEM COMPLEXO:  O QUE O PERSONAGEM QUER? VS. O QUE PERSONAGEM
PRECISA?  ARCO DE TRANSFORMAÇÃO
APRESENTAÇÃO PERSONAGEM    -   • A CENA DE APRESENTAÇÃO MARCA O TOM, O
REGISTRO, A MÁSCARA SOB A QUAL O PERSONAGEM SE APRESENTA.  • É A PRIMEIRA PISTA DE SEU COMPORTAMENTO. • O
QUE DIZ UM PERSONAGEM SOBRE SI MESMO E SOBRE OS OUTROS PODE SER VERDADE OU NÃO.
• O ESPECTADOR SÓ TERÁ CERTEZA DO CARÁTER DOS PERSONAGENS QUANDO FOR TESTEMUNHA
DE SUAS AÇÕES E DECISÕES DIANTE DE SITUAÇÕES EXTREMAS. • OS PERSONAGENS SE
DEFINEM UNS AOS OUTROS FORMANDO UMA CONSTELAÇÃO DE CARÁTERES.  -   AMBIENTAÇÃO(ou composição)• TODA HISTORIA DEVE
CUMPRIR SUAS PRÓPRIAS NORMAS DE PROBABILIDADE. • OS ACONTECIMENTOS LIMITAM AS
POSSIBILIDADES E PROBABILIDADES MARCADAS PELO UNIVERSO INTERNO DE UM FILME.  • DEPOIS DE ESTABELECIDOS OS PRINCIPIOS
CAUSAIS, É IMPORTANTE RESPEITÁ-LOS OU, DO CONTRÁRIO, PERDE-SE A CREDIBILIDADE E
A CONFIANÇA DO ESPECTADOR.  • DESDE A
PRIMEIRA IMAGEM DO FILME, O PÚBLICO INSPECIONA O UNIVERSO FICTÍCIO DISTINGUINDO
O POSSÍVEL DO IMPOSSÍVEL, O PROVÁVEL DO IMPROVÁVEL. • SÃO AS “LEIS” DE CADA
FILME. POR ISSO É PRECISO RIGOR. AMBIENTAÇÃO(ou composição) CRIAR UM MUNDO
LIMITADO E RECONHECÍVEL GERA LÓGICA E CONVICÇÃO. A AMBIENTAÇÃO DE UMA HISTÓRIA
POSSUI DIFERENTES NÍVEIS:   1) PERÍODO:
LUGAR TEMPORAL QUE OCUPA A HISTÓRIA. A historia acontece em um mundo
contemporáneo?  Em outra época histórica?
Em  um futuro hipotético?    2) DURAÇÃO: EXTENSÃO DA HISTÓRIA ATRAVÉS DO
TEMPO.  Quanto tempo da vida dos
personagens são contados na trama?   Décadas?
Anos? Meses? Dias? Horas?    3)
LOCALIZAÇÃO: ESPAÇO EM QUE A HISTÓRIA ACONTECE.    É sua geografia específica, a cidade onde
acontece, o bairro, o edifício ou casa, o quarto e tudo o que determine seu
espaço.  CENA E SEQUÊNCIA -   • “CENA” É A MENOR UNIDADE DE AÇÃO DE UM
FILME.    • TODA CENA DEVE FUNCIONAR COMO
UM MICROFILME DENTRO DO FILME, OU SEJA: DEVER TER SUA PRÓPRIA PREMISSA
(OBJETIVO), SEU PROTAGONISTA, CONFLITO, ETC.   • UMA BOA CENA RESPONDE PERGUNTAS FORMULADAS
NAS CENAS ANTERIORES E…  • FORMULA
PERGUNTAS PARA SEREM RESPONDIDAS NAS CENAS SEGUINTES.     • GERA-SE, ASSIM, UMA RELAÇÃO DE CAUSA E
EFEITO ENTRE AS CENAS, MOVIMENTANDO A ATENÇÃO DO ESPECTADOR, QUE  PERMANECERÁ INTERESSADO NO AVANÇO DA TRAMA.   -  CENA
E SEQUÊNCIA   • SÃO ELEMENTOS IMPORTANTES
DE UMA CENA:   1. RITMO: É IMPRESCINDÍVEL
EMPREGAR RITMO PARA GUIAR A ATENÇÃO E A IMAGINAÇÃO DO ESPECTADOR. A BOA CENA
CONSTRÓI UM RITMO QUE “ACOSTUMA” E PREPARA O PÚBLICO PARA O QUE VIRÁ A SEGUIR.  SE A CENA FOR COERENTE EM SEU RITMO, A
COMPREENSÃO DAS CENAS SEGUINTES SERÁ SUAVE E EFICIENTE. O ESPECTADOR ESTARÁ
“PREPARADO”.   2. SUBTEXTO: É A VIDA
OCULTA DEBAIXO DO DRAMA. SÃO OS SENTIMENTOS E PENSAMENTOS (CONHECIDOS E
DESCONHECIDOS) POR TRAS DAS AÇÕES DOS PERSONAGENS.  CENA  E SEQUÊNCIA  3. CONTRADIÇÃO/CONTRASTE: UMA BOA CENA
APROVEITA NOVOS PONTOS DE VISTA E SITUAÇÕES PARA CAUSAR ESTRANHAMENTO E ATRAIR
O INTERESSE DO PÚBLICO. ENTRE UM LUGAR E UM ACONTECIMENTO OU ENTRE UM LUGAR E
UM PERSONAGEM, POR EXEMPLO.  4.  ELIPSES: SÃO AVANÇOS TEMPORAIS ENTRE DUAS OU
MAIS CENAS. OMISSÕES DE INFORMAÇÃO QUE O ESPECTADOR  PODE COMPLETAR MENTALMENTE. AS ELIPSES EXISTEM
PARA ACELERAR O RITMO, EVITAR   REPETIÇÕES
E OBVIEDADES, ENGANAR POSITIVAMENTE O ESPECTADOR.  CENA E SEQUÊNCIA -   5. IRONIA DRAMÁTICA: QUANDO O ESPECTADOR
SABE MAIS QUE OS PERSONAGENS, PROVOCANDO ASSIM A PERSPECTIVA DO CONFLITO E
INCREMENTANDO OSUSPENSE/TENSÃO. PODE SER “TEMIDA” OU “DESEJADA”  6. SET UP E PAY OFF: SET UP É UMA “PROMESSA”
FEITA E PAY OFF UMA “PROMESSA” CUMPRIDA. QUANDO O ROTEIRISTA ESTABELECE UM
CÓDIGO, CRIA UMA EXPECTATIVA QUE DEBE SER ESCLARECIDA MAIS ADIANTE. O BOM
ROTEIRO ADIANTA SOLUÇÕES SEM EVIDENCIAR A MANIPULAÇÃO. CENA E SEQUÊNCIA   • A “SEQUENCIA” É UMA UNIDADE DE AÇÃO MAIOR
E MAIS COMPLEXA.  • SE DEFINE POR UM
CONJUNTO DE CENAS AGRUPADOS POR UM SENTIDO COMUM E QUE ACONTECE EM DIFERENTES
LOCAÇÕES (GERALMENTE), OMITINDO MOMENTOS INÚTEIS.   • TODA SEQUÊNCIA POSSUI UMA “CENA NÚCLEO”.  • ESSE NÚCLEO É A “PREMISSA”, O “OBJETIVO”
QUE O AUTOR RETENDE ATINGIR, MAS PRECISA PREPARAR O ESPECTADOR  PARA NÃO TRANSMITIR AS INFORMAÇÕES DE FORMA
ABRUPTA.   •  AO REDOR DE CADA NÚCLEO HÁ UMA SÉRIE DE CENAS
DE PREPARAÇÃO QUE AVANÇAM NA DIREÇÃO DESEJADA, DOSANDO A INFORMAÇÃO ATÉ SEU
CONHECIMENTO PLENO E EFETIVO. TIPOS DE CENA -  
• DE ABERTURA  • CENA OBRIGATÓRIA
• DE APRESENTAÇÃO • CENA RETROSPECTIVA • DE TRANSIÇÃO (FLASHBACK) • DE DESCANSO
• CENA PROJEÇÃO (FLASHFORWARD) • DE PREPARAÇÃO • CENA NÚCLEO • ENTRE OUTRAS…   -   CENA
E EXPOSIÇÃO -  O QUE CARACTERIZA A CENA
SÃO OS SEGUINTES ELEMENTOS:  1. DESEJO  2. OBJETIVO  3. AÇÃO  4. CONFLITO  5. MUDANÇA UMA CENA É UMA HISTÓRIA EM
MINIATURA.   EXPOR SIGNIFICA MOSTRA FATOS
– INFORMAR SOBRE O AMBIENTE, A BIOGRAFIA, A CARACTERIZAÇÃO E QUALQUER ELEMENTO
FUNDAMENTAL PARA QUE O PÚBLICO POSSA ACOMPANHAR E COMPREENDER OS ACONTECIMENTOS
DA TRAMA. CENA E EXPOSIÇÃO - • A BOA EXPOSIÇÃO SIGNIFICA EXPOR SEM EXPLICITAR.
• PARA ISSO, É PRECISO QUE OS PERSONAGENS TENHAM CONFLITOS SUPERFICIAIS E
PROFUNDOS. • A BOA EXPOSIÇÃO REVELA EM SUA PROFUNDIDADE QUE OS PERSONAGENS TEM
COISAS A PERDER. NÃO MOSTRAM COMO PENSAM E O QUE QUEREM DE MANEIRA DIRETA. •
NÃO CONTE, MOSTRE: TRANSMITA INDIRETAMENTE OS FATOS NECESSÁRIOS. DRAMATIZE A
EXPOSIÇÃO. CRIE UM ARTIFÍCIO. • A ARTE DA EXPOSIÇÃO CONSISTE EM DRAMATIZAR A
COMUNICAÇÃO DA INFORMAÇÃO ATRAVÉS DE AÇÕES E ARTIFÍCIOS. • DRAMATIZAR =
TRANSMITIR A TRAVÉS DE AÇÕES;   -  CENA E EXPOSIÇÃO - • O BOM ROTEIRO CRIA
MOTIVAÇÃO PARA O DIÁLOGO MAIOR QUE OS FATOS. USA O ARTIFÍCIO PARA IR ALÉM DELE.
• AO LONGO DA ESTRUTURA, É IMPORTANTE ESPALHAR A EXPOSIÇÃO PARA QUE ELA GANHE
EM ENTENDIMENTO. • RETER A INFORMAÇÃO CRIA UM PADRÃO PROGRESSIVO QUE MANTÉM A O
INTERESSE E A ATENÇÃO DO ESPECTADOR,GERANDO PEQUENOS MISTÉRIOS. • O QUE É DITO
ESCONDE O QUE NÃO PODE SER DITO. • O BOM ARTIFÍCIO FAZ O PÚBLICO ENXERGAR O QUE
HÁ PORDEBAIXO DO QUE ESTÁ SENDO DITO – SUBTEXTO. • É A NOÇÃO DE QUE O
PERSONAGEM SEMPRE REVELA ALGO DE SI AO FALAR SOBRE QUALQUER ASSUNTO.  -  ANÁLISE
DE CENA - • O QUE NOS CONTA O ESPAÇO?  O
QUE NOS CONTAM OS SONS? • O QUE NOS CONTAM OS PERSONAGENS E SUAS AÇÕES? • QUEM
É O PROTAGONISTA DA CENA? • QUAIS SÃO AS REVELAÇÕES? • QUAL É A PERGUNTA
DRAMÁTICA FORMULADA? • QUAL É O CONFLITO?• QUAL É A MUDANÇA QUE A CENA PROVOCA
(NOÇÃO DE “BEATS” OU “GOLPES DE EFEITO”)?   -  DIÁLOGO
- • DO GREGO “DIALOGOS” – DISCURSO ENTRE DUAS OU MAIS PESSOAS. • GERALMENTE UM
INTERCÂMBIO VERBAL. • O CRITÉRIO ESSENCIAL DO DIÁLOGO É O INTERCAMBIO E A
REVERSIBILIDADE DA COMUNICAÇÃO. • O DIÁLOGO FAZ COM QUE A HISTÓRIA AVANCE. SUA
RESPOSTA NÃO PRECISA SER IMEDIATA, MAS SUA SOMA LEVA ADIANTE A AÇÃO. • O
DIÁLOGO COMUNICA INFORMACIÓN (Textual e subtextual). • ESTA INFORMAÇÃO DEBE VIR
NATURALMENTE DE DENTRO DA AÇÃO – NOÇÃO DE ARTIFÍCIO.  - DIÁLOGO• O DIÁLOGO REVELA DE MANEIRA
CRESCENTE O PERFIL PSICOLÓGICO DOS PERSONAGENS. • MUITAS VEZES OS PERSONAGENS
DIZEM TODO O CONTRÁRIO DO QUE PENSAM. MENTEM. REVELAM ASSIM QUE SÃO. • OS
PERSONAGENS TRAEM A SI MESMOS EM SEUS DIÁLOGOS. • O DIÁLOGO ESTABELECE RELAÇÃO
ENTRE OS PERSONAGENS. OFERECE UMA DIMENSÃO MAIS PRODUNDA. • CRIA PERSONAGENS DE
CARNE E OSSO NA MANEIRA E NO TOM DO FALAR. DIÁLOGOS INCOMPLETOS, NATURALISTAS.
• REVELA CONFLITOS E OS DIFERENTES PONTOS DE VISTA • O DIÁLOGO REVELA ESTADOS
EMOCIONAIS. • O PIOR DIÁLOGO É AQUELE EM QUE O PERSONAGEM DIZ O QUE SENTE E
PENSA. NÃO HÁ SUBTEXTO: “ESTOU MUITO BEM”.



• O DIÁLOGO REVELA ANTECEDENTES.



• COMPLEMENTA A AÇÃO.



• TRANSMITE INDIRETAMENTE O TEMA.



• LOCALIZA A AÇÃO SEM PRECISAR SER DIDÁTICO.



 



Admin · 2 vistos · Deixe um comentário

Link permanente para o artigo completo

http://moreno.bloggratuito.net/Primeiro-blog-b1/Curso-Cinema-Roteiro-etc-por-Jacinto-Moreno-b1-p42.htm

Comentários

Este artigo ainda não tem Comentário ...


Deixe um comentário

Estado dos novos comentários: Publicado





Sua URL será visualizada.


Entre com o código contido nas imagens


Texto do comentário

Opções
   (Salvar o nome, email e a url em cookies.)